Login

Shotokan Karate-do

Shotokan (松涛館) é um dos estilos de karate que surgiu dos ensinamentos ministrados pelo mestre Gichin Funakoshi e por um seu filho, Yoshitaka Funakoshi. O repertório técnico do estilo foi baseado no estilo Shorin-ryu, mas, devido aos estudos empreendido pelo filho do mestre e sua influência, várias técnicas foram incorporadas e/ou modificadas, de modo a valorizar mais o lado desportivo e físico como forma de promover o desenvolvimento pessoal.

O Mestre Funakoshi  não denominou o Karate que ele ensinava como um estilo próprio.  É certo que ele ensinava a arte marcial de acordo com sua visão e entendimento particulares sobre a mesma, e isso seria explicado — também segundo o próprio mestre  — como uma consequência natural, pois vários professores ensinariam uma mesma disciplina de modos diferentes. Entretanto, alguns de seus alunos, como forma de o homenagear, manufaturaram uma placa com a inscrição Shotokan, pois “ Shoto” era a alcunha que o mestre assinava as uas obras, pelo que o dojo passou a ser conhecido como "casa de Shoto".

 

 

 

Formação

Em Okinawa, o pequeno Gichin Funakoshi, por volta de 1880, no fim da infância e começo da adolescência, começou a praticar o Karate sob os auspícios do mestre Anko Asato — expert nos estilos shuri-te de Karatê e Jigen-ryu  de kenjutsu — que era amigo de seu pai e tinha sido discípulo do grande mestre Bushi Matsumura.

O jovem Funakoshi, além de outros interesses , tinha especial apreço pelas artes marciais, procurando  treinar novos ensinamentos. Assim e depois de iniciar a prática do karate  com o mestre Anko Itosu, com quem aprendeu as principais técnicas, treinou também  com outros mestres de renome, com os quais, além de obter novos conhecimentos, o influenciaram profundamente,nomeadamente  os Mestres:  Kenwa Mabuni, Kanryo Higaonna e Chojun Miyagi.

O mestre Itosu empreendera todos os  esforços para popularizar a arte marcial, não sendo muito bem-sucedido.  A mudança de nome da arte marcial desarmada de Okinawa, de tode (mão sínica) para karate (mãos vazias), significou naquela época, no fim do século XIX, uma enorme mudança de paradigma e o rompimento de uma barreira cultural. O Mestre Funakoshi fez parte dos movimentos de divulgação desta Arte marcial, no sentido de popularizar o Karate não só em sua terra natal mas em todo o Japão. A 6 de março de 1921, o príncipe herdeiro do Japão Hirohito, assistiu a uma demonstração efetuada por Gichin Funakoshi, no castelo de Shuri, ajudado por seus discípulos e pelo mestre Miyagi, o que o encantou.

Depois, em 1922, surgiu o convite do mestre Jigoro Kano — criador do judô — para que fosse eftuada  uma demonstração pública do Karate no instituto Kodokan. Como causou muito boa impressão, aos presentes, o Mestre Gichin Funakoshi foi convidado a permanecer  em Tóquio por mais algum tempo, a ministrar aulas.

Por volta de 1935,  iniciou-se um movimento de alguns discípulos do Mestre  Gichin Funakoshi, para se fundar  um lugar próprio de treino de Karate,  e em 1936, esse esforço dá resultados e é finalmente construído um dojô (道場, local de treino) e em sua homenagem  o chamaram de Shotokan, ou "casa de Shoto", colocando uma placa nos umbrais da entrada. Shoto era o pseudônimo com que Funakoshi assinava os seus textos. Infelizmente, o prédio original foi destruído durante um bombardeamento efetuado  durante a II Guerra Mundial.

O Mestre Gichin Funakoshi não acreditava na diversificação de estilos, e sim que todo o Karate deveria ser um só, mesmo com as diferenças naturais de ensino que variavam  de professor para professor. Embora o seu estilo de prática ainda fosse tradicional e intimamente conectado ao estilo Shorin-ryu, com bases altas e golpes duros, tendo como base a filosofia do Budo, em cujo conteúdo há a consciência da busca constante pelo aperfeiçoamento pessoal, contribuindo para a harmonização do meio onde se está inserido, por intermédio de muita dedicação ao trabalho, treino rigoroso e vida disciplinada.

 Acreditava que o praticante do Karate tradicional caminhava  em direção a essas metas, formando seu caráter e  aprimorando sua personalidade.

O  estilo Shotokan era uma escola aberta a novos conceitos, desde que se mostrassem eficientes na execução da técnica, bem como no aperfeiçoamento moral e físico

A meta imaginada pelo Mestre G. Funakoshi  era fazer da arte marcial como um contributo para a formação integral do ser humano, não podendo, portanto, ser confundido com uma prática puramente desportiva. "Tradição é um conjunto de valores sociais que passam de geração à geração, de pai para filho, de mestre para discípulo, e que está relacionado diretamente com o crescimento, maturidade, com o indivíduo universal."

A famosa expressão do mestre Gichin Funakoshi - Karate ni sente nashi (空手に先手なし“ No Karate não existe atitude ofensiva” - define claramente o propósito anti-violência desta arte.

“ Se o adversário é inferior a ti, então por que brigar?

Se o adversário é superior a ti, então por que brigar?

Se o adversário é igual a ti, compreenderá o que tu compreendes...

então, não haverá luta.

Honra não é orgulho, é consciência real do que se possui.”

O verdadeiro valor do Karate não está em subjugar os outros pela força física. Nesta arte marcial O Karate Shotokan, não existe agressão, mas sim nobreza de espírito, domínio da agressividade, modéstia e perseverança. É o espírito dos samurais.

A prática do Karate-do, é hoje compreendida em todo o Mundo, como uma disciplina bio-psico-física e cultural.

Muito mais que uma arte marcial, é uma arte de movimento e respiração, criada com o objectivo de adquirir coragem, cortesia, integridade, humildade e auto-controle, no aperfeiçoamento físico-mental dos seus praticantes, através de uma prática salutar.

Nele se aperfeiçoam o sistema cardio-vascular, muscular, respiratório, passando pelo treino da cordenação multi-lateral motora até ao treino mental de aperfeiçoamento da personalidade dos seus praticantes.

Esta arte de combate, realiza a máxima latina Mens sana in corpore sano, segundo o gosto dos seus praticantes, como seja: manutenção, lazer, reabilitação, recreativo, competivo, cultura física, e ainda, defesa pessoal.

Orientamos classes de crianças até adultos com base numa formação correta e adequada, revelando-se como sendo um saudável trabalho físico e psíquico, pelo excelente desenvolvimento uniforme que proporciona.

 

 

A Associação Distrital de Santarém Amicale Karaté (AK-PMA) está empenhada na divulgação, promoção, incentivo e pratica da arte do Karaté (estilo Shotokan) supervisionada por um conselho técnico credenciado pela Federação Nacional de Karaté – Portugal (FNK-P).

Possui um conjunto de Treinadores, Instrutores e Monitores devidamente formados e credenciados pela FNK-P para ministrar aulas destas modalidades nas vertentes:

  • Karate Do Desportivo Competitivo
  • Karate Do Tradicional (Marcial)

 

Possuímos também um grupo que se dedica ao ensino da:

  • Defesa Pessoal

Nos diversos Centros de prática sob a responsabilidade da Associação Amicale Karate, existem classes nas idades:

  • Pre-Karate (4-6 anos)
  • Karate Infantil (7-12 anos)
  •  Karate Adultos
  •  Karate Desportivo Competitivo
  •  Karate Tradicional (todas as idades)

    • Para - Karate Tradicional (Populacoes Especiais)

 Venha treinar connosco, escolha para sua comodidade um "Dojo" Escola perto de si !!!

           Outras Ligações

© 2013 Amicale Karate - Portugal Martial Arts  |  All rights reserved.      

PLATAFORMA AMICALE

Desenvolvido por Ricardo Ramos